Pressão!

Tenho medo de panelas de pressão!

Duvido que alguém na vida não tenha tido pelo menos um  estresse com uma dessas. Redondinhas, encruadas, com as bordas para dentro num padrão intimista, são assustadoras.

E a tampa? É rasa e poderosa e depende de uma borracha de vedação perfeitamente nova, e de uma válvula, que, se entupir, a qualquer momento pode explodir e ir ao teto. Bum!!!!

E se um desavisado estiver por ali…

Se estou na lida com minha Rochedo, fico esperta e não largo do fogão. Confiro o barulho:

Bom, ainda não ferveu.

Ah, agora está começando a fervura.

E agora a válvula, oba, está funcionando.

Ih, parou de chiar…

Será que entupiu?

Deixa ver … (vou lá e levanto um pouco a válvula). 

Chiiiiiiiii!

Ah, ok! 

Vamos  menina, comece a chiar de novo!

E neste diálogo, chia, não chia, passou-se o tempo que eu dispunha para a cozinha, e há uma pilha de pratos para lavar. 

Bom, pelo menos o feijão da semana está pronto.

Posso lavar a bojuda, sua tampa, a válvula e a borracha, enxugar tudo muito bem e guardá-la no fundo do armário, até a próxima semana.

E a pilha de pratos fica para mais tarde. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s