Despertar

Às seis horas em ponto o alarme soou. Ele bateu a mão para interromper o ruído e não acordar a companheira. Levantou-se e foi tomar banho. Dez minutos depois o alarme voltou a soar, ele havia acidentalmente apertado o botão da soneca.  

A moça morta de sono enfiou a cabeça no travesseiro, mas havia despertado. Irritada deitou atravessada na cama e tentou alcançar o rádio relógio. Bateu a mão de qualquer jeito e uma emissora sintonizada começou a falar alto alertando os dorminhocos que já era hora. 

Ela se debateu na cama e tentou alcançar algum outro botão, era péssima com aparelhos em geral e de olhos fechados então…

Conseguiu aumentar o volume, depois mudou de rádio, depois nova rádio e desta vez era uma evangélica. O pastor gritava ao seu deus e  atiçava os fiéis da manhã com salmos e hinos.

Ela desistiu de tentar. Suspirou, fez um sanduíche com os dois travesseiros,  a cabeça como recheio e esperou pelo parceiro.

Algum tempo depois, muitos salmos após, o marido chegou diligente e perfumado e desligou o rádio.

E ela agradecida, exclamou:

– Aleluia, irmão!

 

3 comentários sobre “Despertar

  1. HAHAHAHAHA! Isso podia ser um curta! Adoro esta história 😉 Ainda mais agora que estou me aventurando com meu presente moderníssimo: um radinho de pilha, com direito a evangélicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s