Desfastio

Às vezes, gostaria de variar os pratos do dia a dia. O que é básico aqui em casa – arroz com feijão, uma carne, um legume e uma salada de folhas – as vezes me deixa frustrada… Era isso?

No mercado, procuro alguma coisa diferente mas, não existem novas batatas, nem abobrinhas roxas. Tudo igual!

Em dias assim, melhor nem sair de casa. Esperar passar a crise da mesmice e do desfastio.

Porque uma abóbora será sempre cor de abóbora e a carne de pau estará no mesmo lugar do meu freezer. 

Se eu tivesse que passar fome por uma semana, certamente encontraria prazer em um mísero ovo.

É disso que estou precisando. Ser órfã, ser indigente, ser sem teto por uns dias.

Depois certamente vou acreditar na couve flor e no brócolis. 

E vou ser mais feliz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s