Dar um fim!

O número de roupas que uma pessoa comum pode armazenar é diretamente proporcional ao tamanho de seu armário. Muitas vezes, peças imprestáveis até mesmo para serem pano de chão, ou um trapinho para o cachorro, dividem o espaço na gaveta com roupas modernas e de bom caimento. 

Existem  fórmulas  eficazes, mas difíceis de cumprir:

Para cada roupa que entra, uma tem que sair. Chamo de “dar um fim”, que significa doar, vender, queimar…

Um outro jeito é limpar sem dó o guarda roupas estipulando um prazo: Se faz um ano que não uso, não vou mais usar. Fim!

Ou enlouquecer de vez e jogar pela janela peças queridas que tem história, em um exercício de desapego, que pode render muitos anos de culpa e terapia.

Mas, vamos lá! Um bom motivo para virar a página, quero dizer, esvaziar a gaveta, é ter uma viagem internacional nos instigando às compras. 

E é certeza. Independente de quanto espaço foi conseguido com a limpeza do armário, ao fim da viagem, nova bagagem!

E o guarda roupas fica lotado outra vez. 

 

Um comentário sobre “Dar um fim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s