Por que somos tão exigentes?

Hoje conheci uma border collie – Eva – adorável. Novinha ainda, tem tanta energia que quase não se contém de excitação e prazer. Seu dono, um rapaz sarado e bem humorado jogava uma bola de tênis bem longe e ela corria para buscar e devolver. Jogava a bolinha aos pés dele. Em minha felicidade fiz tanto alarde, que uma das vezes ela devolveu a bola para mim. Isso deixou o dono agastado. Quando passou por nós, dois lançamentos depois, explicou que a cachorrinha era muito nova, por isso ainda não sabia bem os comandos. Lembrei-me de quando Helena nasceu (com uma circular de cordão) e eu fiquei contrariada com sua nota de apgar – 9-10-10.

-Como assim, nove????

Essas pessoas perfeccionistas…

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s