Quem casa, consente!

Na festa de casamento há risos e choro; emoção e abraços, e beijos, e cumprimentos.

Há os bem casados, os bem amados e os brigadeiros de farda gourmet.

É doce a alegria compartilhada, a profusão de vestidos de festa, alguns belíssimos e outros mais discretos, sem pretensões de aparecer. 

Há brilho, muito brilho, há muita alegria bêbada; e alguns projetos que ficam debaixo da mesa, um pé direito de sandália pisando no pé esquerdo, enquanto a dona dança descalça em plena felicidade.

Há cacos de vidro, bebida derramada, e os corações partidos de convidados cujo encontro  ainda não pôde acontecer.

Pais, mães, madrinhas, padrinhos, crianças vestidas de bombom, convidados tontos ou melancólicos, tantos, tantos, todos os convidados, vivendo o momento único do próprio casamento que a cada festa se repete.

Ah, quase ia me esquecendo!

Lá estão os noivos! 

Talvez aquele momento compartilhado com amigos e famílias não dimensione o compromisso que pretendem.

Porque o casamento é mais que uma festa. É mais que alegria e casa renovada.

Para mim, o casamento, ainda que não dure, é para sempre!

Aqueles dois se escolheram e traçam o desenho de um sonho como uma constelação no firmamento. 

E eu espero, com o coração emocionado, que esta constelação e a história de sua formação brilhe para toda a vida!

Um comentário sobre “Quem casa, consente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s