Romantismo

Neste ano não vamos brincar no carnaval. Não que faça muita diferença, em geral não brincamos mesmo, ficamos vendo a paisagem pela janela da TV.  Comentamos sobre uma ou outra bunda vistosa ou com celulite ululante – ou seria pululante? Os peitos daquela moça, o vexame do apresentador que troca os nomes dos destaques,  a falta de chuva, o desfile da imperatriz…

Depois vamos dormir exaustos de tanta vista, o cérebro processando samba enredo e uma profusão de bobagens.

Assim descansamos antes de começar o ano de verdade, para  repetir sem alento todos os outros dias de todos os outros anos de todas as outras décadas.

Aqui e ali um acidente de percurso, multas, impostos, uma nova criança na família, e quem sabe uma pitada de romantismo: ” Vamos ver o por-do-sol?” Aceito o convite;  e vamos!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s