Muamba

Não sei se sou a favor da pena de morte, mas com certeza sou a favor do livre-arbítrio. Considero que um rapaz que decide levar droga no meio da tralha, para um país que penaliza o “delito”- parece coisa pequena em função do sufixo – com pena de morte, é no mínimo um suicida. E suicidas também se arrependem…

Resta saber se ele teria se arrependido caso houvesse conseguido trafegar com a muamba. Acho que não…

3 comentários sobre “Muamba

  1. Este caso tem dado muito o que pensar. Toca em questões profundas, como você apontou: livre-arbítrio, pena de morte, arrependimento, crime e castigo, direitos humanos, soberania nacional… acho que o livre arbítrio trás sempre as duas faces: escolhas/consequências, mas não pode justificar medidas desproporcionais; acho que a soberania de um país em criar e fazer valer suas leis deve ser respeitada; acho que já não cabe julgar as motivações do rapaz e nem especular sobre seu possível arrependimento, porque afinal – e este é o ponto – a pena capital não dá ao réu nenhuma chance de se redimir e, por ser tão brutal, nos torna todos um pouco piores…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s