Ruídos

Sou extremamente sensível a qualquer tipo de ruído.

Televisão? Melhor sem o som. ou desligada, claro. Vídeos na internet também – “mode – mudo”. Cortador de grama, ventilador, rolinhas arrulhando, crianças brincando no parque, mosquitos. Inquietante, desesperador. Meu ouvido que escuta amplia e distorce os sons mais queridos, tudo vira ruído.  E de onde vem? Nunca sei… de toda parte e de parte alguma. Até o mar me incomoda às vezes, mesmo que o movimento de ir ao encontro seja meu. Desligue as ondas, oceano?

Mas existe um tipo de barulho que me emociona: Minha família reunida, com churrasco, cerveja e abraços! Muitos abraços, piadas e riso, gargalhadas. Tantos irmãos, e todos falam ao mesmo tempo, os assuntos mais diversos e eu me desespero por não conseguir acompanhar todas as conversas.

Espero que a gente se encontre muitas vezes ainda, todos os anos, todos juntos. Para matar a saudade e o silêncio.

 

2 comentários sobre “Ruídos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s