Lamparina insólita

A luz no fim do túnel é uma insólita lamparina que conforme o vento, bruxuleia sombras e bichos imaginados. Jamais se chega ao fim desse túnel porque a lamparina brinca de esconde-esconde, e some às vezes, mas nunca se apaga. Andar na direção correta é o melhor a ser feito. Segui-la, persegui-la, um dia após o outro.

A luz do fim do túnel não aceita barganhas, caminhe sempre, não desista. Você pode ir com uma lanterna, que parece abrir caminho na escuridão. Mas é preciso parcimônia porque,  se a lanterna apagar muito cedo, o breu absoluto, denso, concreto, vai surgir sempre que em alguma curva do caminho a luzinha da lamparina desaparecer…

Antes de se aventurar pelo túnel, esteja preparado para sofrer um pouco. De solidão, de tédio e de preguiça. Cada um anda por sua conta e os abraços eventuais até consolam, mas a travessia é sua, só você sabe por onde ir.

E quando descobrir que a luz da lamparina está minguando, minguando até se apagar, esteja certo:

Foi você quem se apagou.

Um comentário sobre “Lamparina insólita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s