Malas e matulas.

A irmã mais diligente prepara tudo. Agrada a cada um dos irmãos com mimos específicos. Quando nos reunimos, uma vez por ano, é sempre uma festa boa, comemos e bebemos, comemoramos e nos fartamos de afeto e amor compartilhado.

Da última vez, a irmã diligente preparou em um dos quartos três camas de solteiro. Ali ficaríamos, Renata, uma de nossas cunhadas, e eu. A cunhada não pode ir então ficamos nós duas dividindo aquele espaço tão confortável e querido.

Ainda estava clareando quando acordei. Renata e eu começamos a conversar, assim como se nem tivesse tido seis horas de  sono depois da ultima rodada de lembranças da noite anterior. Ela estava sentada na cama do meio e eu naquela à direita. Foi quando vislumbrei um corpo na cama da esquerda… Levei um susto!  Perguntei baixinho: – Quem está dormindo ali?  Renata imediatamente olhou para trás e constatamos que eram suas malas e os mil presentes que sempre trás de fora para nosso deleite. Demos muita risada!

3 comentários sobre “Malas e matulas.

  1. Ah Tita, gostei muito, como sempre gosto das suas narrativas. Sempre ocorre aumento no meu vocabulário (essa vez não achei uma das palavras). Reconheci imediatamente e sem dificuldade da descrição a sua irmã – a minha querida amiga Renata. 🙂 !!
    Essa história ocorreu na casa de quem?
    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s