Menino-bomba

Amanheci com um menino-bomba dentro do peito, o maldito queria a todo custo me arrebentar. Saí correndo de casa, corri e corri por mais de uma hora, quem sabe o menino se perdia de mim. Nas confusões da taquicardia, pelo menos tonto ele ficou, calou-se, e me deu sossego. Tenho para mim que a granada era de brinquedo e ele deve ter adormecido… Tudo normal agora! E eu vou preparar uma caipirinha de tamarindo e brindar à terra mãe.

3 comentários sobre “Menino-bomba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s