Meditar

Estava sentado no meio da maca, na confusão e burburinho do pronto socorro, em posição de lótus. Meditava para sublimar a dor; para dentro, para fora; inspira, expira. Mas aquela dor era transcendente. Era a dor definitiva. Era a última.

 

Um comentário sobre “Meditar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s