Luto

Traidores! Como vão-se embora assim, antes do fim da festa? E ainda saíram à francesa!!!

Não havíamos combinado  uma vida plena e produtiva, para que pudéssemos compartilhar com nossos netos juntos, todas as aventuras e estrepolias de nossa mocidade?  Combinamos de envelhecer com a mesma saúde que pudemos proporcionar aos nossos pacientes, uma dádiva bem merecida para nós que trabalhamos tanto e nos envolvemos tanto.

Compartilhamos dúvidas, certezas, promessas; compartilhamos o travesseiro quente do beliche do quarto dos plantonistas, quando nos revesávamos nas madrugadas…

E agora, o que faço com o tempo que tenho pela frente, o que vou fazer agora com tudo que sobrou de nós em minha memória?

Tão cedo ainda, amados, tão cedo para partir…

Por que me deixaram aqui?